Eu e o poeta

— Pra que versos tão bonitos
Pra expressar tanta tristeza?
— Se não fossem os meus ritos
Lê-los seria dureza!

— Por que se esmerar tanto
Pra falar de um amor perdido?
— Cada riso, cada pranto
Vem de um amor bem vivido!

— Pra onde você vai
Depois de se entregar?
— Vou-me entregar, uai
Não sei de outro jeito amar!

Anúncios

Que tal?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s