Horizontal

Nosso sono era um momento confortante
Sentir sua silhueta era bom
De conchinha, abraçados; quem garante
Que eu goste de outra dança assim, sem som?

Respeitava seu dormir, mas eu queria
E imaginava o que faria ali
Se estivesse acordada e na euforia
Quanto amor eu te faria…avalie?

Tão tranquila e colada ao meu peito
Você descansava sem imaginar
Que seu amante te amava em todo jeito
Até no meio desta canção de ninar.

Anúncios

Que tal?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s