Topografia

O amor é como Brotas
Grande e cheio de nuances
Pra alcançá-lo tem mil rotas
Dentro dele, mil romances.

Tem hora que o amor é Barra
É tão belo que inebria
Dele só se sai na marra
Pois ele é só alegria.

Na Ribeira o amor descansa,
Para e se vê no espelho
A figura bela e mansa
De um pôr-do-sol vermelho.

O Rio Vermelho berrou:
“O amor gosta de festa!”
Pode ser um rock and roll
Ou batida de seresta…

Manhãs e noites curtiu
Mas da tarde virou fã
Pois se curvou, feito um til,
Ao charme de Itapuã.

Anúncios

Que tal?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s