O Eclipse

Numa bela noite você surgiu
Linda, cheia, venusta
Uma deusa de face robusta
Que toda de branco se tingiu.

Num breve instante lhe vejo
Você me conquista de toda maneira
Como tem essa beleza costumeira
Brilho por você, cheio de desejo.

Venho, como sempre, a um novo dia
Mas não lhe encontro e fico triste
Chego a pensar que você não exista
E esse encontro então se adia.

Esta eu a me pôr
Quando você reaparece, bela
Tudo em meu quente ser gela
Por ver meu único e eterno amor.

Dias e noites vão e vem
Enquanto espero por ti aflito
Fico entre o silêncio e o grito
Somente à espera do meu bem.

Eu, o rei Sol, aguardo nosso encontro
O eclipse é a data do nosso casamento
Não haverá mais distância no tempo
E para você, minha deusa Lua, estarei sempre pronto.

#arquivo

Anúncios

Que tal?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s