Depois da certidão de nascimento

DSCN11513

Meu rebento,
não posso desejar que você tenha o que eu não tive, ou que viva o que eu não vivi. Isso é lhe desejar que você seja igual a mim, mas não viva as minhas frustrações.
O que lhe desejo é que você encontre a sua felicidade cedo, e que você seja feliz de diversas maneiras. Assim você não só não viverá as minhas frustrações, como realizará a sua vida a sua maneira.

Não posso desejar que você seja médico, engenheiro ou advogado. Isso é cercear a sua vocação.
Quero criar você pro mundo, pois nós que pertencemos a ele, e não o contrário.

Meu rebento,
não quero exigir o seu respeito, que dirá o seu amor. Você é uma vida independente da minha, ainda que dependa dos meus cuidados. Serei muito feliz em lhe passar os meus valores, porém mais ainda em lhe ver honrando e defendendo os seus.

A única obrigação que lhe dou é ter meu sobrenome, pois assim devo fazê-lo; pois, a partir de agora, eu não sou mais eu; eu sou seu pai. E você é tudo o que conheço e por que vivo.

Seja bem-vindo a este mundo maravilhoso; eu lhe acompanharei por uma viagem fantástica. Você não vai se arrepender.

Fonte da foto: https://www.flickr.com/photos/subewl/36596418/

Anúncios

Que tal?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s