Vê se gostas

Será que te convenço
A crer em tua beleza?
No espaço de um lenço
Eu driblo tua incerteza!

Começo por me encantar
Pelo som de tua voz
Se falas, é um cantar
Que me seduz logo após.

Passando por tua íris
Espelho d’água tão belo
Pra qualquer canto que mires
Se lá estou, eu congelo.

Agora peço licença
Pra falar de tuas formas
Ousadia que compensa
É joia fora das normas.

Ainda hei de explorar
A beleza de tu’alma
De alegre, sei, vou chorar
Pois lá encontrarei calma
Se me permitires morar
Farei festa e baterei palma.

Anúncios

Que tal?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s