Acuidade visual

https://pixabay.com/en/old-age-pensioners-elder-life-style-957492/Você descarta o produto pelo rótulo? O livro pela capa? O relógio pelo mostrador? Que pena.

Os desencontros da vida são assim: quando o sentido da visão é mais valorizado que os demais, tudo vira ilusão de ótica.

Ela o vê, mas não o enxerga…aquele que lhe renderia mil assuntos em várias manhãs. Ela enxerga o outro, que pouco espera dela…nada além de uma noite.

Ela passa por ele, mas tem medo. Ela passa pelo outro, e passa…a mão no cabelo. O outro lambe os beiços como quem sentou-se à mesa de jantar. Ele senta no banco da praça com seu lanche, seu caderno, e olha as estrelas, esperando que uma caia para que ele leve o presente a ela.

O outro lhe toma pela mão, lhe diz palavras doces e a leva pra casa. Ele termina o texto e o guarda junto aos demais.

Na manhã seguinte, ela está só; o outro deixou um bilhete com instruções, uma delas para deixar a chave embaixo do tapete. Ele sai para mais um dia de luta e contemplação.

Ela percebe o que está acontecendo, mas ainda se ilude e liga ao fim do dia. Caixa de mensagem é a sua resposta. Ele faz o caminho do trabalho pra casa.

O outro procura a próxima num bar; ela sai de casa para se distrair e passa por ele, que lhe dá um sorriso de canto de boca. Ela continua passando.

A bolsa cai; ele volta, ajuda a moça, ela agradece. No dia seguinte, se cruzam novamente pelo caminho.

Um bom dia e um papo desconcertado, a bolsa passa bem, obrigado.

Mil assuntos seguem, e ela o enxerga.

Anúncios

Que tal?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s