Revolução

Eu tentei lhe escrever um poema
Cheio de versos e rimas sinceras
Que tivesse só você como tema
Que me fizesse soltar minhas feras.

Um poema pra você é besteira
Pois é fácil escrever sobre encanto
Pois um só não lhe explica inteira
Pois cada dia seu pede outro canto.

Tudo que já escrevi nessa vida
Não serve depois de você chegar
Toda emoção que por mim foi sentida
Vê que terá de ceder o lugar.

Uma mulher diferente de tudo
É você, que inspira esta canção
Mudo eu canto; canto e eu mudo
Eu era louco e hoje estou são.

Os verdadeiros quereres surgiram
Você surgiu e eu quero explodir
Liberando megatons que pediram:
“Chama essa moça; nunca te pedi”.

https://pixabay.com/en/graffiti-revolution-change-156018/

Anúncios

Que tal?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s