À espera dum encontro

Amigos, obrigado por esperar.

Às voltas com teus problemas, eu te vejo
E me pergunto se deles faço parte
Penso no melhor discurso e no manejo
Para que meu carinho eu possa dar-te.

É como se não quisesses um começo
Pensando que sempre haverá um final
Razão tens se assim pensas, reconheço
Mas no caminho está a graça, afinal.

(Rodeios faço pois direto eu assusto
Sou simples num tempo em que o ego é Deus
Antropocentrismo? Antes fosse; era justo
Mas vamos parar com esses assuntos meus.)

Tu vens algum dia visitar teu berço
Senão eu visitarei a tua casa
Para te ver eu até rezo dois terços
Porque o melhor da vida bate asa.

Morena, a canção tá escrita; escuta
E segue o caminho do som até mim
Por causa de ti eu fiquei foi biruta
Querendo em teus cachos me perder sem fim.

https://pixabay.com/en/rainy-day-window-pane-boring-bridge-1119787/

Anúncios

Que tal?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s