Elis III / Habemus

É possível encontrar “Elis” espalhada pelos versos…

Feliz sou eu que te vejo como só eu vejo
É listrado o meu sorriso: alegre e intrigado
Teus olhos…deles são os meus
Diante de ti sou um reles servo
Pois tu és linda como a “flor d’Elis”
E tua presença é uma hélice pro meu criar
E pra te ver de novo visto mil peles
E vou à luta no inferno ou no Elísio.